Boiadeiro Gentileiro

− Há hoje aqueles que ficaram confusos com os escritos, mas minha obrigação aqui realmente é criar a dúvida. Pois a dúvida é a semente da sabedoria, sábio é aquele que usa o que se aprende e, mesmo muito aprendendo, sente sede por aprender mais. E tolo é aquele que se delicia com o sabor de algo aprendido e acha que o pouco basta. 

“É certo que como vocês dizem: o pouco com Deus é muito e o muito sem Deus é nada. Porém fico impressionado o quanto vocês se apoiam em ditados tolos para justificarem a falta de capacidade de vocês de irem em busca de mais e de se melhorarem. Disso eu sei bem, pois meu trabalho por anos é observar a capacidade humana de achar desculpa para não fazer aquilo que se deve ser feito usando as dificuldades da carne para tudo. Se chove, reclama porque choveu, se faz sol reclama porque está calor demais, e se faz os dois: o tempo enlouqueceu. Desculpas não faltam para que o homem se acomode. E sim, muito mais da metade delas são apenas desculpas sem sentido para que vocês deixem a consciência livre ou limpa, pois o vosso consciente sabe que está errado, e a esta altura vocês devem estar pensando “quanto desaforo este ser está falando!” ou “este não é um guia”, já que o que vocês querem é elogios, querem que passemos a mão em suas cabeças e digamos que vocês estão no caminho certo, que os problemas infantis que são criados por mentes pouco treinadas e por fé alicerçada em montes de areias são muito grandes para vocês. Mas eu vos digo que o caminho certo é cheio de pedras, maiores do que vocês imaginam, e se já estão parando no meio do caminho com as pequenas imaginem quando os verdadeiros desafios alcançarem as vossas vidas tão mal vividas.”

“Gostaria que aqueles que lessem minhas palavras não se ofendessem, mas se isso acontecer: que bom, pois preciso que me provem o contrário. Que esta vida abençoada, dada a nós pelo Chefe da boiada, não vai ser só mais uma vida pastando como a dos gados que eu cuidava. Sim, a evolução é constante e acontecerá de qualquer forma, mas não precisa ser sem consciência igual meu gado que é levado na comitiva: a boiada seguia sem saber para onde, por viagem de meses atrás de água, comida ou para abate. Enfrentavam inúmeros desafios, atravessavam rios, alguns bois ficavam pelo caminho, pois eram sacrificados em prol dos outros - e até estes enfrentavam com valentia seu destino, pois o gado enfrentava os obstáculos com força e valentia, mas não sabiam porque estavam fazendo aquilo. “

“Me pergunto se é assim que o ser humano quer passar a vida: apenas tendo força e valentia sem saber por que e sem saber aonde está? Se eu perguntasse para vocês, saberiam me responder, qual seu grau de evolução? Por que a sua expiação (chamada mediunidade) foi dada a você? Por que a religião que você professa está na sua vida? Por que você está nesse estágio da vida? Por que você não dá valor para o momento que está vivendo? E principalmente, sem as máscaras que você criou, quem é você? Essas são perguntas simples que todo ser deveria saber responder, se não todas elas, mas a maioria sim. “

“É muito fácil dizer que hoje meu nome é Gentileiro, que já fui Francisco e um dia fui José, que já fui vaqueiro e, antes do meu rebanho de gado, fui pastor de almas (e a minha própria se perdeu na vaidade), fui a ovelha deixada para trás. Minha vida na Terra não foi fácil, pois já fui a mão que colocava a canga no boi e o chicote que dava no lombo para que eles puxassem o carro de bois, mas também já fui o escravo usado como boi: que levava chibatadas para puxar pedras antes mesmo da vinda do Pastor Maior. E que muitos dos meus amores se perderam na imensidão das vidas, mas outros (que estão por perto) nem são tão amados assim por mim. Eu tive sonhos que se perderam nas mágoas da vida e a morte um dia teve mais valor que a própria vida, nesse dia eu me embrenhei na mata para nunca mais sair atrás do boi da sabedoria. E, montado em meu cavalo, até hoje procuro por ele.”

“Mas se me despir de tudo isso, se eu esvaziar o meu ser, o que sobra para eu entregar ao chefe da comitiva? E aí sim chegamos ao ponto mais importante de nossas vidas. Se livre de tudo o que você é hoje, feche seus olhos e faça isso: olhe bem o que sobra. Se o que sobrar não o fazer sentir vergonha do tempo perdido e das vidas desperdiçadas, eu, Gentileiro, afirmo: você está no mundo errado. Pois ou você é tão ignorante que merece um mundo ainda inferior que este, ou você é muito evoluído e deveria estar em um mundo melhor, e sendo assim, o Chefe dessa comitiva chamada Terra (Ele que é a purificação, o amor, a verdade e a justiça), que nunca cometeu um erro se quer, errou com você, e isso é inaceitável.”

“Espero que a sua vida seja como a minha, cheia de incertezas, que você tenha mais dúvidas do que respostas e principalmente que busque a evolução consciente, e que não seja mais um boi de piranha ficando para trás por ser fraco ou que tente salvar a todos e não salve você mesmo...”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Erê Julinho

Exú Sete Catacumbas

Joãozinho de Ogum